Amunam leva roda de leitura para praças

De posse de livros com histórias infantis, meninos e meninas se revezam contando histórias e dando muita gargalhada à sombra de árvores.

Adolescentes da Amunam levam solidariedade

crianças e adolescentes do Projeto Dando a Volta por Cima da Associação das Mulheres de Nazaré da Mata visitaram o Abrigo Domingos de Azevedo Irmã Guerra.

Coração Nazareno realiza show em festival

O Maracatu Coração Nazareno, idealizado e organizado pela Associação das Mulheres de Nazaré da Mata, abriu o Festival Camará, em Camaragibe.

Grupos da Amunam se apresenta em polo junino

A Quadrilha Junina, composta por crianças e adolescentes do Projeto Dando a Volta por Cima abriu a festa no polo Circo do Forró, mostrando a todo o público presente todas as suas cores, animação e desenvoltura.

.

.

Aumentam pedidos de medida protetiva em PE

A Lei Maria da Penha completou 14 anos de vigência, na sexta-feira, em meio à pandemia. No primeiro semestre de 2020, cresceu em 4% o número de solicitações de medidas protetivas em delegacias de atendimento especializado, em relação ao mesmo período de 2019. Para a chefe do Departamento de Polícia da Mulher, Julieta Japiassu, o crescimento é exemplo de que a lei vem sendo utilizada, mas ainda há dificuldade por parte das vítimas em perceber que estão sendo agredidas, nas chamadas “pequenas violências” do cotidiano.

A ideia errada de que só é violência quando envolve agressão física acaba prejudicando essa percepção. “Muitas vezes a vítima só consegue notar que está sendo agredida quando o ciclo está mais adiantado. É preciso observar o que parentes e amigos falam”, conta Julieta.

A lei aponta para cinco tipos de violência: a física; a moral, quando o agressor atenta contra a honra; a psicológica, que são as humilhações e chantagens emocionais; a patrimonial, que vem quando o agressor proíbe a vítima de trabalhar, estudar ou outras maneiras de obter independência; e a sexual, que pode acontecer dentro de um casamento, quando o cônjuge coage a companheira a ir manter relações contra a sua vontade.

Entre janeiro e junho de 2020, as delegacias especializadas de Pernambuco solicitaram à Justiça 4.033 medidas protetivas, ante 3.877 do primeiro semestre de 2019. “. Ano a ano, a gente vem aumentando tanto a quantidade de boletins de ocorrência quanto os pedidos de medidas protetivas”, pondera.

Prevenção

O trabalho preventivo também é importante. “Fizemos um trabalho muito forte recentemente com as Caravanas da Mulher nos municípios. Tanto homens quanto mulheres assistiam e, depois, difundiam as informações na comunidade”, acrescenta a delegada.

Fonte: Diário de PE

Shoppings, restaurantes e bares da RMR e Zona da Mata poderão funcionar até 22h

A Macrorregião 1, que compreende os municípios da Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata (Norte e Sul), avançará para a Etapa 7 do plano de convivência com a Covid-19. Os serviços de alimentação e os shoppings centers poderão estender seu funcionamento a partir da segunda-feira (10). Centros comerciais e shoppings poderão escolher entre funcionar das 09h às 21h ou das 10h às 22h. 

A informação da retomada dos serviços com o aumento do horário foi dada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, na coletiva realizada nesta quinta-feira (6). As ações de retomada são um reflexo da diminuição dos contágios pela Covid-19 e casos fatais da doença nas regiões da Macrorregião 1.

"Analisando os dados da última semana definimos em que etapas cada regiao do Estado devem estar a partir da próxima segunda-feira. A Macrorregião 1, que contempla a Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata, avança para a etapa 7. E essa etapa 7 vai permitir a amplicação do horário de funcionamento dos serviços de alimentação. Os restaurantes e lanchonetes poderão funcionar de 6h da manha até 22h, assim como a amplicaão do horário dos centros comerciais e  Shoppings, que também poderão avançar até as 22h", informou o secretário de Desenvolvimento Econômico.

Fonte: Folha de PE

Pernambuco passa a ofertar DIU hormonal na rede estadual de saúde

Como alternativa aos procedimentos de histerectomia (remoção de parte ou totalidade do útero) realizados no Sistema Único de Saúde (SUS), a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE) passará a ofertar na rede estadual, além do dispositivo intrauterino (DIU) de cobre, o sistema intrauterino (SIU) de levonorgestrel, mais conhecido como DIU hormonal. Para marcar o lançamento da iniciativa, a Secretaria realizará, nesta quinta-feira (06), às 14h, webconferência, em parceria com o Núcleo de Telessaúde da Secretaria, sobre o método com palestras de especialistas na área. Profissionais de saúde podem assistir ao encontro virtual pelo link:  https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/ses-saude-da-mulher.

Ao contrário do DIU de cobre, usado principalmente como método contraceptivo, o DIU hormonal será indicado para pacientes diagnosticadas com endometriose, dor pélvica crônica, tumores uterinos, sangramento uterino anormal, além de mulheres que convivem com alguma cardiopatia grave. “Começamos a perceber que o número de histerectomias no SUS passaram a aumentar ao longo dos anos, e a ciência nos mostra que a inserção do DIU hormonal nesses casos pode diminuir as indicações cirúrgicas, reduzindo, assim, riscos das cirurgias e os gastos do Estado com este tipo de procedimento. Já as mulheres com cardiopatias graves, que têm contraindicação à gravidez e não querem realizar a laqueadura, poderão prevenir uma gestação de alto risco”, explica a ginecologista e gestora pública da SES-PE, Letícia Katz.

Inicialmente, a inserção será restrita ao ambulatório especializado do Hospital Agamenon Magalhães (HAM), no Parnamirim, na Zona Norte do Recife, absorvendo, neste primeiro momento, a demanda das pacientes acompanhadas no próprio serviço. A proposta é expandir, ao longo dos próximos meses, a iniciativa para as demais macrorregiões de Saúde.

O sistema intrauterino de levonorgestrel, além de ser um método contraceptivo com cerca de 99% de eficácia, é um dispositivo de longa duração (dura, em média, cinco anos) que beneficia as mulheres com patologias uterinas. Com poucos centímetros de comprimento e em formato de ‘T’, o DIU hormonal possui 52 mg do hormônio levonorgestrel e libera, inicialmente, 20 mcg/24 horas da substância no útero. Dessa forma, impede a gravidez e atua no alívio dos sintomas de diversas doenças. A inserção é feita no próprio consultório, sem necessidade, na grande parte dos casos, de anestesia.

Assistência

A Secretaria Estadual de Saúde informa que vem investindo em várias ações de suporte às usuárias do SUS. O objetivo principal é sensibilizar as mulheres sobre seus direitos sexuais e reprodutivos.

"Começamos a trabalhar com as mulheres e profissionais envolvidos na assistência os direitos sexuais e reprodutivos, assim como o planejamento reprodutivo, com foco nos métodos contraceptivos de longa duração, especialmente após o surgimento de casos da síndrome congênita do zika. A partir de então, passamos a incentivar a inserção do DIU de cobre no pós-parto e pós-abortamento. Fomos o primeiro Estado a produzir, em 2017, nota técnica sobre o assunto. Com as capacitações, não apenas da atenção especializada, mas também da atenção primária, conseguimos desmistificar vários assuntos e abranger diferentes públicos, especialmente as mais jovens, impactando positivamente no número de gestações na adolescência", comenta a gestora.

Para ter ideia, em 2009, 22% dos nascidos vivos em Pernambuco foram de mães adolescentes. Em 2019, o percentual caiu para 17,2% no Estado. Isso quer dizer que dos 142.078 nascidos vivos em 2009 na rede de saúde, em unidades públicas e privadas, 31.258 foram de mães adolescentes. Já em 2019, dos 133.292 nascidos vivos, 22.959 eram de adolescentes.

Em 2019, o Governo de Pernambuco assinou termo de cooperação técnica em saúde entre o Governo do Estado e a Organização Pan-Americana de Saúde da Organização Mundial da Saúde (Opas/ OMS). A parceria busca elaborar estratégias para pontos desafiadores no Estado, trazendo melhoria para a rede de atenção obstétrica e neonatal precoce e no controle do câncer de colo de útero.

DIU de cobre

As usuárias do Sistema Único de Saúde em Pernambuco já contam com a oferta gratuita do DIU de cobre. Com o trabalho permanente de conscientização das pacientes e capacitação dos profissionais de saúde, o número de inserções do dispositivo, entre 2015 e 2019, cresceu mais de 1.000% no Estado.

Em 2015, 519 mulheres passaram a utilizar o DIU, quando apenas o procedimento de intervalo era ofertado. Já em 2019, o número subiu para 6.190, com o incentivo, pela SES-PE, da implantação do dispositivo no pós-parto, pós-abortamento e de intervalo. Mais de 13,6 mil pacientes foram beneficiadas.

O dispositivo de cobre tem duração média de 10 anos, não possui hormônio, é seguro e beneficia as mulheres que não desejam engravidar, pois o cobre liberado por ele interfere no número e no transporte de espermatozoides, além de dificultar a movimentação do óvulo pela trompa, impedindo a fecundação. Com comprimento de 2 a 3 cm, o DIU de cobre também é inserido no útero da mulher e tem o potencial de eficácia de 99,3%. O dispositivo também pode ser utilizado por adolescentes e mulheres que não engravidaram.

Em Pernambuco, realizam o procedimento para inserção do dispositivo intrauterino os hospitais Agamenon Magalhães, Barão de Lucena, Jaboatão Prazeres, Clínicas, Cisam, Imip e o Hospital da Mulher do Recife, além de serviços municipais, como maternidades e policlínicas, que fazem o procedimento de forma ambulatorial. Desde 2016, cerca de mil médicos foram capacitados pela SES-PE sobre DIU.

Fonte: Folha de Pernambuco

Câmara Municipal de Condado abre concurso com sete vagas para contratação imediata e formação de cadastro de reserva

A Câmara Municipal de Condado, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, abriu concurso para contratação de sete aprovados para vagas imediatas e 70 para cadastro de reserva. As vagas são para agente administrativo, auxiliar de serviços gerais, auxiliar legislativo, auxiliar contábil, porteiro e recepcionista. A remuneração inicial varia de R$ 1.045 a R$ 1.500.

De acordo com o edital, as inscrições seguem até as 23h59 do dia 13 de setembro e devem ser feitas pelo site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) (https://idib.org.br/).

As vagas, com 40 horas semanais de serviço, são para pessoas com o ensino fundamental incompleto, nível médio ou com formação técnica na área de contabilidade, para o caso de auxiliar contábil.

A taxa de inscrição para as vagas de agente administrativo, auxiliar contábil, auxiliar legislativo e recepcionista é de R$ 100, já para as vagas de auxiliar de serviços gerais e porteiro, é de R$ 70. As taxas devem ser pagas até 24 horas após a emissão do boleto, no ato da inscrição.

O concurso é válido por dois anos e pode ser prorrogado por mais dois. De acordo com o edital, as provas com questões objetivas estão previstas para serem realizadas no dia 22 de novembro na cidade de Condado.

Ainda segundo o documento, a prova será feita de acordo com as medidas de prevenção à Covid-19. Quem comparecer ao local sem máscara, recusar-se a utilizá-la ou desrespeitar as regras relativas à prevenção do contágio da Covid-19 será desclassificado.


Cargos disponíveis e quantidade de vagas

Cargos de nível fundamental

Auxiliar de serviços gerais: 1 vaga, 10 cadastros de reserva - Salário: R$ 1.045

Porteiro: 1 vaga, 10 cadastros de reserva - Salário: R$ 1.045

 

Cargos de nível médio

Agente administrativo: 2 vagas, 20 cadastros de reserva - Salário: R$ 1.045

Auxiliar legislativo: 1 vaga, 10 cadastros de reserva - Salário: R$ 1.045

Recepcionista: 1 vaga, 10 cadastros de reserva - Salário: R$ 1.045


Cargo de nível técnico

Auxiliar contábil: 1 vaga, 10 cadastros de reserva - Salário: R$ 1.500

Fonte: G1PE

Alunos de escolas públicas recebem parcela extra do Cartão de Alimentação Escolar

Os cerca de 322 mil estudantes da rede pública de ensino já receberam os R$ 50 do Cartão de Alimentação Escolar, informou, nesta segunda-feira (3), a Secretaria Estadual de Educação e Esportes de Perambuco. O benefício, criado em abril para ajudar os alunos de baixa renda que perderam o acesso à merenda escolar durante a pandemia do novo coronavírus, ganhou uma parcela extra este mês após o Governo do Estado adiar para 15 de agosto o decreto que suspende as atividades presenciais nas instituições de ensino.

Segundo a Secretaria de Educação e Esportes, o crédito do novo repasse já foi liberado para as famílias contempladas pelo programa, totalizando um investimento de R$ 16 milhões. A quantia por aluno, de R$ 50, vale para todo o mês de agosto. A expectativa é que, até o fim do prazo atual do decreto, seja divulgado o calendário com as datas em que as aulas de cada modalidade de ensino deverão retornar.

O auxílio contempla famílias de alunos que estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal. O cartão só pode ser utilizado para a compra de produtos alimentícios. No site da secretaria, os estudantes podem consultar os dados do próprio cartão bem como os estabelecimentos credenciados.

Fonte: Folha de PE

Sesi oferece 330 vagas em cursos on-line gratuitos para desenvolvimento profissional

O Serviço Social da Indústria em Pernambuco (Sesi-PE) oferece 330 vagas para cursos gratuitos em áreas de desenvolvimento profissional na modalidade de ensino a distância (EAD), com aulas on-line. As inscrições seguem até o dia 15 de agosto e devem ser feitas na internet (http://www.pe.sesi.org.br/produtos_servicos/Paginas/educacao-a-distancia.aspx).

Os interessados podem escolher entre cursos de Comunicação Escrita, Código de Ética ou Língua Brasileira de Sinais (Libras). Para se inscrever, é necessário ter um e-mail, noções básicas de informática e acesso à internet.

De acordo com o Sesi-PE, os cursos não necessitam de acompanhamento de um tutor on-line. As aulas ficam disponíveis durante 30 dias e podem ser assistidas em qualquer horário.

Os alunos que cumprirem a carga horária total do curso e alcançarem mais de 70 pontos no exame final recebem o certificado de conclusão. Dúvidas podem ser solucionadas pelo e-mail educacao.distancia@pe.sesi.org.br.

Fonte: G1PE

Videos reportagem