Amunam leva roda de leitura para praças

De posse de livros com histórias infantis, meninos e meninas se revezam contando histórias e dando muita gargalhada à sombra de árvores.

Adolescentes da Amunam levam solidariedade

crianças e adolescentes do Projeto Dando a Volta por Cima da Associação das Mulheres de Nazaré da Mata visitaram o Abrigo Domingos de Azevedo Irmã Guerra.

Coração Nazareno realiza show em festival

O Maracatu Coração Nazareno, idealizado e organizado pela Associação das Mulheres de Nazaré da Mata, abriu o Festival Camará, em Camaragibe.

Grupos da Amunam se apresenta em polo junino

A Quadrilha Junina, composta por crianças e adolescentes do Projeto Dando a Volta por Cima abriu a festa no polo Circo do Forró, mostrando a todo o público presente todas as suas cores, animação e desenvoltura.

.

.

Fundo PIS-Pasep: saques são liberados nesta terça a 17,5 milhões de cotistas

Começa nesta terça-feira (14) o pagamento do Fundo PIS/Pasep aos cotistas de todas as idades que não são correntistas da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Quem tiver direito ao saque pode ir até as agências dos dois bancos. Para os correntistas desses bancos que estão com o cadastro atualizado os pagamentos começaram a ser feitos em conta corrente na última quarta-feira (8).


São cerca de 17,5 milhões de pessoas que poderão sacar até o dia 28 de setembro. É preciso levar ao banco um documento de identificação ou o número de registro do PIS/Pasep, consultando na hora o valor que tem direito a sacar.

Após o dia 28 de setembro, o benefício volta a ser concedido exclusivamente para o público habitual, formado por cotistas maiores de 60 anos, aposentados, pessoas em situação de invalidez (inclusive seus dependentes), pessoas acometidas por enfermidades específicas, participantes do Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) e herdeiros de cotistas falecidos.

Quem tem direito

Quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada ou foi servidor público civil ou militar entre 1971 e 1988 tem direito a receber o Fundo PIS-Pasep. A média de valor para cada beneficiário é de R$ 1.375, mas o Ministério do Planejamento afirma que o valor a ser recebido depende de quanto tempo a pessoa trabalhou no período em que vigorou o Fundo PIS-Pasep.

No ano passado, o governo decidiu estender a idade dos beneficiários, primeiro para o mínimo de 65 anos no caso dos homens e 62 no caso das mulheres, e depois reduziu para 60 anos a idade mínima para recebimento.

Em junho, o governo autorizou que todos os brasileiros que receberam esse dinheiro entre 1971 e 1988 pudessem retirá-lo.

Como consultar o saldo

Para consultar o saldo do Fundo PIS-Pasep, o cotista ou herdeiro devem acessar os sites da Caixa ou Banco do Brasil. Em ambos, com o número do CPF já é possível ver se há dinheiro a ser liberado.

Entenda os Fundos PIS-Pasep

Os Fundos PIS-Pasep funcionaram de 1971 a 1988 e davam direito ao trabalhador de receber o rendimento das cotas e sacar o dinheiro em caso de aposentadoria, doença grave ou ao completar 70 anos.

A partir de outubro de 1988, após a promulgação da Constituição, a arrecadação do PIS-Pasep passou para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que faz empréstimos a empresas.

Como as cotas do Fundo PIS-Pasep vigoraram durante um período específico, muitos beneficiários desconhecem esse direito e, no caso de morte do cotista, muitos herdeiros também não sabem que têm direito ao dinheiro. Por isso, o governo tem ampliado o limite de idade e estipulado calendários para incentivar os saques e injetar dinheiro na economia.

Depois do dia 28 de setembro, volta a valer a regra de liberação dos saques somente para os casos de aposentadoria, idade a partir de 60 anos, invalidez (inclusive do dependente), morte do cotista (habilitando o herdeiro a sacar) e algumas doenças graves, como câncer, Aids, Parkinson e tuberculose (incluindo o dependente).

Nesses casos, é possível fazer os saques a qualquer momento, sem necessidade de seguir cronograma, e o prazo continua aberto por tempo indeterminado.

Fonte: G1PE

Pernambuco registra aumento de 121% na busca por seguros de celular

Para proteger o celular de danos ou roubos, os pernambucanos têm investido na proteção para os telefones. Segundo a Federação Nacional de Seguros Gerais, o estado lidera o ranking nacional de aumento na contratação de seguros, com 121% de crescimento da busca pelo serviço, entre os meses de janeiro e novembro de 2017, em relação ao mesmo período de 2016.


Para quem vive na capital pernambucana, a violência é um fator que motiva a contratação de seguros. “Para a gente que vive andando de transporte público é muito difícil pela insegurança”, comenta a professora Layzza Pereira.

No comércio do Recife, os seguros têm preços variados. Em uma loja de um shopping no Centro da cidade, por exemplo, há serviços de R$ 20 a R$ 280, dependendo do modelo do celular.

De acordo com o advogado Leonardo Cocentino, o preço também varia conforme o tipo de seguro. Há variedades no mercado: para roubo e furto qualificado, danos acidentais e garantia estendida. “Se o fabricante não cobre danos de mau uso, a seguradora também não vai ser obrigada a cobrir”, explica.

Em caso de roubo, o advogado alerta que é preciso registrar um boletim de ocorrência na polícia e, em seguida, avisar para a seguradora sobre o ocorrido. “É preciso entregar o BO, uma cópia da nota fiscal e o IMEI, número de identificação do aparelho”, diz. É possível encontrar o número discando *#06#.

“Normalmente, há um desconto sobre o valor da nota fiscal, pois um aparelho com um ano de uso, por exemplo, não vai ter o mesmo preço de mercado de quando foi adquirido”, alerta.

Ainda segundo Cocentino, as seguradoras não cobrem furtos simples – quando o celular é subtraído sem esforço – e casos de perda e esquecimento de celulares. “Isso acontece porque tais situações propiciam um número maior de fraudes na comunicação dos sinistros para com as seguradoras”, esclarece o advogado.

Alerta celular

O roubo também pode ser registrado no sistema Alerta Celular, criado pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco para recuperar aparelhos. Em quase um ano de atuação, o programa devolveu 58% dos celulares recuperados às vítimas dos crimes.

Fonte: G1PE

Cuidados com as Doenças Sexualmente Transmissíveis foi tema do Espaço da Mulher

Cada vez mais jovens fazendo sexo de forma desprotegida, e o número de ocorrências de doenças sexualmente transmissíveis tem aumentado consideravelmente no Brasil. Apesar dos alertas sobre a importância do uso do preservativo que evita Doenças Sexualmente Transmissíveis ou uma gravidez indesejada, os jovens brasileiros  estão deixando de usar camisinha.

Nesta sexta-feira dia (03.08) o Programa Espaço da Mulher apresentado por Eliane Rodrigues recebeu a enfermeira Amanda Gabriele alertou sobre o crescente número de casos de doenças sexualmente transmissíveis entre os jovens brasileiros. O programa contou com a participação do estudante Kaio Wanrannig; a estudante, Milka Larissa e a professora Roberta Francisca. Os comentários foram de Helena Roberta.



Secretaria de Educação abre 3,9 mil vagas para cursos gratuitos de idiomas em Pernambuco

Secretaria Estadual de Educação (SEE) abriu inscrições para cursos gratuitos promovidos pelo Núcleo de Estudos de Línguas (NEL). Ao todo, são 3.925 vagas para aulas de inglês, alemão, francês e espanhol em 33 escolas em todo o estado. A lista de instituições pode ser encontrada no site da secretaria.


Nesta segunda (30), as inscrições foram abertas para alunos das redes estadual, municipal e federal de ensino. A partir da quarta (1º), as matrículas são abertas ao público em geral. Para se inscrever, é preciso comparecer à instituição de ensino levando documento oficial com foto e comprovante de residência.

As aulas acontecem duas vezes por semana ao longo de dois anos, mas os alunos podem estender os estudos por mais um ano, como forma de aperfeiçoar o idioma. Outras informações podem ser obtidas com a Gerência de Políticas Educacionais do Ensino Médio (Gepem), através do telefone (81) 3183-8620. Confira os munícipos que oferecem os curso (http://www.educacao.pe.gov.br/portal/upload/galeria/16811/NEL%202018.2.pdf) .

Fonte: G1PE


Importância da Vacinação pauta do Espaço da Mulher

Embora o Brasil tenha um dos mais reconhecidos programas público de vacinação do mundo, com os principais imunizantes disponíveis a todos gratuitamente, vêm ganhando força no País grupos que se recusam a vacinar os filhos ou a si próprios. A saúde é o bem mais precioso que temos e a vacinação é o método mais barato e seguro de prevenção de doenças.

Nesta sexta-feira dia (27.07) o Programa Espaço da Mulher foi apresentado por Helena Roberta, que recebeu a coordenadora do Programa Nacional de Imunização de Nazaré da Mata, Gislaine Maria, que reforçou a importância da vacinação. O programa contou com a participação da doméstica Izabel Maria; do estudante, Júlia Silva e da estudante, Welida Laís.




Prazo de pagamento de abono PIS-Pasep é reaberto para 44 mil trabalhadores em PE

A partir desta quinta-feira (26), 44 mil trabalhadores em Pernambuco têm nova oportunidade para sacar o abono salarial do PIS-Pasep do ano-base 2016. O valor disponível é de R$ 33, 2 milhões. O pagamento do benefício do ano-base 2017 também começa nesta quinta. 


O prazo para a retirada dos recursos do ano-base 2016 terminou em 29 de junho, mas foi reaberto por determinação do Conselho Deliberativo do Fundo do Amparo ao Trabalhador (Codefat). Agora, os trabalhadores têm até 30 de dezembro para fazer o saque.

A prorrogação do prazo foi autorizada pelo terceiro ano consecutivo. No Nordeste, o benefício pode ser sacado por 342,7 mil trabalhadores, atingindo um total de R$ 262,6 milhões.

Podem sacar o abono salarial ano-base 2016 os trabalhadores inscritos no PIS-Pasep há pelo menos cinco anos. É preciso ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias naquele ano, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que o empregador tenha informado os dados do beneficiário de forma correta na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor a ser sacado depende do tempo de trabalho formal registrado pelo trabalhador no ano-base 2016. Quem atuou durante todo o período recebe um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por um mês, por exemplo, recebe o valor benefício dividido por 12, equivalente a R$ 80.

Caso o trabalhador não vá receber o abono até o fim do prazo, terá que esperar até que o próximo calendário seja aberto. "Esse valor retorna para o fundo de amparo ao trabalhador. E quando ele volta para lá não há possibilidade de mais recurso. O trabalhador vai ter que esperar o próximo calendário", explica o agente adiministrativo do Ministério do Trabalho, Aelson Albino.

Fonte: G1PE

Videos reportagem