Amunam leva roda de leitura para praças

De posse de livros com histórias infantis, meninos e meninas se revezam contando histórias e dando muita gargalhada à sombra de árvores.

Adolescentes da Amunam levam solidariedade

crianças e adolescentes do Projeto Dando a Volta por Cima da Associação das Mulheres de Nazaré da Mata visitaram o Abrigo Domingos de Azevedo Irmã Guerra.

Coração Nazareno realiza show em festival

O Maracatu Coração Nazareno, idealizado e organizado pela Associação das Mulheres de Nazaré da Mata, abriu o Festival Camará, em Camaragibe.

Grupos da Amunam se apresenta em polo junino

A Quadrilha Junina, composta por crianças e adolescentes do Projeto Dando a Volta por Cima abriu a festa no polo Circo do Forró, mostrando a todo o público presente todas as suas cores, animação e desenvoltura.

Homem de 56 anos mata a namorada de 15 anos no interior da Paraíba

 


 Maria Vitória dos Santos, de 15 anos, foi assassinada a tiros pelo namorado, Gilson Cruz, de 56 anos, na noite de domingo (14/7), em Monteiro, no interior da Paraíba. O caso, que está sendo tratado como feminicídio pela Polícia Civil, gerou grande comoção na cidade, distante 264km de João Pessoa. O acusado está preso.

Em um áudio enviado a um amigo, Maria Vitória relatou os constantes abusos e ameaças que sofria por parte de Gilson. "Ele já tentou fazer muita coisa comigo, né? Tipo, já jogou a pistola na minha cara, estourou a minha cabeça, aí tive que dar ponto na UPA, um monte de coisa. Só que eu nunca tive coragem de denunciar ele. Assim, né, coragem de fazer mal a ele e para os meus pais, entende?", disse a adolescente na gravação.

Segundo testemunhas, Maria Vitória e Gilson bebiam em casa, quando começou uma discussão. O homem teria, então, sacado uma arma e realizado diversos disparos contra a jovem, que não teve chance de defesa.

"Ele atirou mais de uma vez, ele se certificou de fato acertá-la e acertou de uma maneira que não tinha como ela sobreviver", afirmou o delegado Sávio Siqueira, responsável pelo caso, em entrevista ao portal g1. 

Após o crime, Gilson Cruz fugiu do local do crime. Ele acabou localizado e preso pela polícia em Brejo da Madre de Deus, Pernambuco. Segundo o delegado Sávio Siqueira, responsável pela investigação, a prisão do suspeito foi possível graças ao monitoramento de câmeras de trânsito e à colaboração da Polícia Militar de Pernambuco.

Apesar de não haver registros formais de agressões contra Maria Vitória, familiares e amigos da jovem relatam que ela era constantemente vítima de violência por parte de Gilson. O suspeito, inclusive, já havia sido condenado por lesão corporal dolosa em decorrência de violência doméstica contra a própria filha.

Maria Vitória conheceu Gilson há mais ou menos dois anos, quando começou a trabalhar na padaria dele. A relação entre os dois logo se tornou abusiva, culminando no trágico assassinato da jovem, segundo parentes e amigos.

O caso do assassinato de Maria Vitória dos Santos gerou uma grande comoção na cidade de Monteiro e em todo o estado da Paraíba. A família da jovem cobra justiça e pede uma punição rigorosa ao assassino. 

Não se esqueça:

  •   A violência contra a mulher é um crime grave e deve ser denunciada. Ligue para 180 ou procure uma delegacia de polícia.
  • Você não está sozinha. Existem diversos órgãos e instituições que podem te ajudar e te apoiar.
  • Denunciar é o primeiro passo para romper o ciclo da violência e construir uma vida livre de medo.

Reportagem do Correio Braziliense para o Diário de Pernambuco. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/brasil/2024/07/homem-de-56-anos-mata-a-namorada-de-15-anos-no-interior-da-paraiba.html

Orçamento de 2024 possivelmente terá contingenciamento, diz Haddad

 

Ministro da Fazenda Fernando Haddad - Imagem: Antônio Cruz/Agência Brasil

O Orçamento de 2024 “possivelmente” terá contingenciamento e bloqueio de verbas, embora os números ainda não tenham sido fechados, disse nesta terça-feira (16) o ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Na próxima segunda-feira (22), o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas definirá o quanto o governo tem de contingenciar ou bloquear para cumprir os limites de gastos e a margem de tolerância do déficit zero, expressos no novo arcabouço fiscal.

“O Orçamento terá possivelmente tanto bloqueio, se alguma despesa superar os 2,5% [de crescimento acima da inflação]. Vocês vão lembrar que nós temos um teto que não pode ser superado, que é de 2,5%. Então esse trabalho está sendo feito para verificar o que vai precisar [cortar ou contingenciar]”, disse o ministro.

“O que passar dos 2,5% tem de haver a contrapartida de bloqueio. E, no caso de [falta de] receita, é contingenciamento, porque estamos com essa questão pendente ainda do cumprimento da decisão do STF [Supremo Tribunal Federal] sobre a compensação [da desoneração da folha de pagamento]”, acrescentou Haddad.

Tanto o contingenciamento como o bloqueio representam cortes temporários de gastos. O novo arcabouço fiscal, no entanto, estabeleceu motivações diferentes. O bloqueio ocorre quando os gastos do governo aumentam mais que o limite de 70% do crescimento da receita acima da inflação. O contingenciamento ocorre quando há falta de receitas que comprometem o cumprimento da meta de resultado primário (resultado das contas do governo sem os juros da dívida pública). 

O ministro comentou que os números do contingenciamento e do bloqueio do Orçamento de 2024 só deverão ser fechados nos próximos dias. Segundo Haddad, a reunião em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou o corte de R$ 25,9 bilhões em gastos obrigatórios referiu-se apenas à elaboração do Orçamento de 2025, que começou este mês. 

“Não houve reunião com o presidente sobre 2024 ainda. Deixe-me falar que isso é importante. A reunião que nós fizemos duas semanas atrás com o presidente Lula foi sobre o Orçamento de 2025. Porque nós tínhamos que liberar cotas para os ministérios [para o próximo ano]. Você entrega o orçamento dia 31 de agosto para o Congresso, mas a elaboração do Orçamento leva 60 dias dentro do Executivo”, explicou Haddad.

Entrevista

Haddad falou com jornalistas antes de reunião com o presidente Lula no Palácio do Planalto, onde discutirá medidas para a indústria de alimentos. Após o ministro deixar o prédio, a assessoria do Ministério da Fazenda divulgou uma fala de entrevista do presidente Lula a TV Record em que o presidente se compromete com o cumprimento do arcabouço fiscal.

“Vamos fazer o que for necessário para cumprir o arcabouço fiscal. Eu dizia na campanha que íamos criar um país com estabilidade política, jurídica, fiscal, econômica e social. Essa responsabilidade, esse compromisso – posso dizer para você como se tivesse dizendo para um filho meu, para a minha mulher –, responsabilidade fiscal eu não aprendi na faculdade, eu trago do berço”, disse o presidente Lula em trecho divulgado pelo Ministério da Fazenda e pela Secretaria de Comunicação do governo federal.

Mais cedo, a divulgação de outro trecho da entrevista provocou ruído no mercado financeiro. Na fala divulgada pela emissora, Lula dava a entender que poderia mudar a meta de déficit primário estabelecida pelo arcabouço. “É apenas uma questão de visão. Você não é obrigado a estabelecer uma meta e cumpri-la se você tiver coisas mais importantes para fazer. Esse país é muito grande, esse país é muito poderoso. O que é pequena é a cabeça dos dirigentes desse país e a cabeça de alguns especuladores”, afirmou Lula para a emissora. 

Haddad disse que a frase estava tirada de contexto. De acordo com o ministro, Lula, na verdade, referia-se à margem de tolerância estabelecida pelo arcabouço fiscal para a meta de resultado primário, com 0,25 ponto percentual do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país), para cima ou para baixo. “Ele falou que pode ser -0,1% do PIB, que pode ser 0%, que pode ser 0,1%, entendeu? Isso está inclusive dentro da banda do arcabouço fiscal”, destacou Haddad.

Desoneração da folha

Em relação à desoneração da folha de pagamento, cujo projeto que compensa as receitas está em análise pelo Senado, Haddad disse que está perto de fechar um acordo com o Senado. “Nós chegamos a um texto confortável para a Fazenda e estamos negociando com os senadores, que são quem tem de aprovar a compensação. Desde que feche a compensação, tem que fechar o número. Esse é o nosso problema, é fechar o número”, declarou.

Na semana passada, Haddad disse que o projeto precisa apontar R$ 18 bilhões em fonte de aumento de arrecadação para compensar a prorrogação até 2027 da desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia e de pequenos municípios. O número é inferior à estimativa inicial de R$ 26,3 bilhões.

Segundo Haddad, o Congresso precisará calcular o impacto para os quatro anos de prorrogação do benefício fiscal para trazer tranquilidade para os próximos anos. “Como é a escadinha da remuneração de quatro anos, eu tenho que ter um conjunto de medidas que compensem esse número. Aí, nós vamos ter um céu de brigadeiro, nós vamos ter tranquilidade para concluir a execução orçamentária deste ano e dos próximos em estabilidade. Se tudo correr como previsto, vamos apresentar um Orçamento em 31 de agosto muito confortável. Talvez o melhor dos últimos dez anos”, concluiu o ministro.

Reportagem da Agência Brasil para o Diário de Pernambuco. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/economia/2024/07/orcamento-de-2024-possivelmente-tera-contingenciamento-diz-haddad.html

Dólar fecha em alta após atentado contra Trump

 

Imagem: Reprodução 

No primeiro dia útil após o atentado contra o candidato à presidência dos Estados Unidos Donald Trump, o dólar teve uma pequena alta. Na contramão do mercado internacional, a bolsa de valores emendou a 11ª alta consecutiva e atingiu o maior nível em mais de dois meses.

O dólar comercial encerrou esta segunda-feira vendido a R$ 5,445, com alta de R$ 0,014 (+0,26%). A cotação iniciou em forte alta, chegando a R$ 5,476 na máxima do dia, pouco antes das 10h. No entanto, desacelerou a partir do fim da manhã, até fechar com leve alta.

Com o desempenho de hoje, a moeda norte-americana acumula queda de 2,56% em julho. Em 2024, a divisa sobe 12,2%.

Apesar da turbulência externa, o mercado de ações teve um dia otimista. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 129.321 pontos, com alta de 0,33%, impulsionado por ações de petroleiras e de mineradoras. Na 11ª alta seguida, o indicador está no maior patamar desde 8 de maio.

O dólar subiu em todo o planeta com o atentado ao ex-presidente e candidato à presidência norte-americana Donald Trump. A alta ocorreu porque o programa de corte de impostos do Partido Republicano aumenta o déficit público dos Estados Unidos e eleva os juros de longo prazo dos títulos do Tesouro norte-americano, considerados os investimentos mais seguros do planeta.

A desaceleração econômica chinesa também fez o dólar subir em relação às moedas de países emergentes, mas ajudou a bolsa brasileira. Isso porque um crescimento menor do país asiático favorece a introdução de pacotes de estímulos, o que impulsionaria as exportações de commodities (bens primários com cotação internacional) para a China. Com informações da Agência Brasil.

Reportagem de Magno Martins para o Blog do Magno Martins. Disponível em: https://blogdomagno.com.br/dolar-fecha-em-alta-apos-atentado-contra-trump/

No primeiro semestre, Pernambuco atinge média de quase 150 casos de violência doméstica por dia

Imagem: Rafael Vieira / Arquivo DP 
 

Em Pernambuco, no primeiro semestre deste ano, quase 150 mulheres foram vítimas de violência doméstica por dia. 

Os dados são divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS). 

São contabilizados casos de morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico, além de danos moral e patrimonial.

Segundo a pasta, nos seis primeiros meses de 2024, o Estado registrou 26.752 ocorrências de violência doméstica, o que corresponde a uma média de 4.458 casos por mês e 146 ocorrências por dia. 

Em junho deste ano, foram 3.852 casos, e em abril, 4.303. 

Por regiões

Segundo os dados da SDS, o interior foi líder no ranking de regiões com mais casos de violência contra a mulher no Estado, em maio. 

A SDS contabilizou 2.032 casos na região interiorana pernambucana nos 30 dias do mês passado. 

A Região Metropolitana vem na segunda posição, com 1.137 casos em maio.

Já a capital pernambucana somou, em maio, 683 ocorrências. 

Casos recentes

Nesse domingo (14), a Polícia Civil pernambucana apreendeu um adolescente, de 17 anos, que ameaçou de morte a própria mãe, no município de Lagoa do Ouro, no Agreste do Estado. 

O menor também foi autuado por porte ilegal de arma, já que a denúncia é que o adolescente ameaçou matar a mãe a tiros. 

A ocorrência foi registrada por uma equipe da 18ª Delegacia Seccional de Garanhuns, como ato análogo ao crime de ameaça por violência doméstica/familiar e ato análogo ao crime de porte ilegal de arma. 

“Após ser detido pela equipe policial, o adolescente foi conduzido à delegacia para realização dos procedimentos cabíveis, ficando em seguida à disposição do Ministério Público”, disse a polícia, por meio de nota. 

Já no sábado (13), uma mulher de 35 anos escapou por pouco da morte ao ser agredida com uma arma branca, no meio da rua, pelo marido.

Segundo informações repassadas para a Polícia Civil, houve a instauração de um inquérito para investigação do caso. A tentativa de feminicídio aconteceu em Ponte dos Carvalhos, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. 

A mulher saía com uma parente de uma igreja quando o marido, identificado como Ademildo Gomes do Santos, de 39 anos, a esfaqueou.

A familiar tentou evitar as agressões e também ficou ferida. As duas foram levadas para uma unidade de saúde.

Há informações de que a vítima e o marido têm um relacionamento de mais de 18 anos e três filhos.

Medidas protetivas

No primeiro trimestre de 2024, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) expediu 6.675 medidas protetivas a mulheres vítimas de violência doméstica. O número cresceu 15%, se comparado com o mesmo período do ano passado.

Em 2023, foram concedidas pelo judiciário 5.864 ações para proteger as vítimas da violência doméstica. Nos três primeiros meses deste ano, o estado teve uma média diária de 73 medidas protetivas expedidas. 

Somente em março de 2024, foram 2.297 medidas solicitadas e expedidas pelo judiciário. Isso equivale a um aumento de 9,4% em relação ao mesmo período do mês anterior. Fevereiro fechou com 2.098 solicitações. 

Na comparação  com janeiro, o aumento foi de 0,4%, já que naquele mês houve 2.286 medidas protetivas expedidas pela Justiça. 

Já nos 12 meses de 2023, o TJPE expediu 24.833 medidas protetivas, o que equivale a uma média diária de 68 solicitações.

Reportagem de Wilson Maranhão para o Diário de Pernambuco. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/vidaurbana/2024/07/no-primeiro-semestre-pernambuco-atinge-media-de-quase-150-casos-de-vi.html

Pernambuco tem redução de 9,5% em homicídios em maio e junho, aponta governo

 

Imagem: Divulgação / SDS

Pernambuco apresentou uma redução de 9,5% nos números de Mortes Violentas Intencionais (MVI) na soma dos meses de maio e junho deste ano em comparação ao mesmo período de 2023, segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS). Os dados foram divulgados na reunião do Juntos pela Segurança, nesta segunda-feira (15), pela governadora Raquel Lyra.

De acordo com a gestão municipal, esse é o melhor resultado dos meses de maio e junho dos últimos 20 anos. O Estado registrou, em junho deste ano, uma redução de 6,7% nos índices de MVI quando comparado ao mesmo período de 2023, saindo de 268 para 250, segundo dados monitorados pela Gerência Geral de Análise Criminal e Estatística da SDS (GGACE).

Em junho, a maior redução ocorreu na Zona da Mata, com um percentual de 24%, ao registrar 50 ocorrências de MVI, em 2023, enquanto em 2024 foram 38. O Agreste apresentou a segunda maior redução, de 14,9%, saindo de 67 casos (2023) para 57 (2024). 
A capital também apresentou uma queda de 6,7% nos casos de MVI, com 42 ocorrências no total. Neste mesmo período em 2023, foram 45 ocorrências. Os municípios que compõem o Sertão pernambucano fecharam o último mês com 36 casos, ou seja, redução de 7,7% com três ocorrências a menos que o contabilizado no mesmo mês em 2023 (39).

“A redução de indicadores e números é através de um direcionamento com estratégia clara dos nossos objetivos estabelecida no Juntos pela Segurança. Está sendo feito um trabalho integrado com todas as forças de segurança do Estado com um caminho em comum, que é levar a paz social para os pernambucanos e pernambucanas”, destacou a governadora Raquel Lyra.

“Esse trabalho foi alcançado com o esforço de todos que fazem a Secretaria de Defesa Social, as secretarias parceiras e com um diagnóstico constante e correção de ações da Polícia Militar, da Polícia Civil, com o isolamento de líderes de facções criminosas pela Secretaria de Administração Penitenciária, uma interação cada vez mais forte com o Poder Judiciário e com o Ministério Público. E todo esse esforço conjunto é o que levou a gente a ter uma reversão nos números, começando em maio, junho e que se sustenta no mês de julho também”, explicou o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho.

Números semestrais 

Os números divulgados pelo Governo mostram que, entre janeiro e junho de 2024, os casos de Crimes Contra o Patrimônio (CVP) tiveram uma redução de 8,7%, se comparado com o mesmo período do ano anterior.

Foram registradas 22.634 ocorrências no primeiro semestre deste ano, contra 24.785 do ano passado. A Zona da Mata foi a região que apresentou a maior redução no número de casos de CVP no semestre, com quase 18%, ao cair de 1.950 (2023) para 1.600 (2024).

O número de roubos a coletivos no Estado neste primeiro semestre também diminuiu em relação ao mesmo período de 2023. A queda foi de 23,8%, saindo de 302 registros no ano passado para 230 este ano.

Além desses, o Estado apresentou uma redução de 5% no índice de celulares subtraídos no primeiro semestre, com registro de 33.179 este ano contra 34.942 no mesmo período do ano passado.

No primeiro semestre de 2024, Pernambuco fechou com queda de 26,52% nas ocorrências de furtos e roubos de cargas, quando comparado com o mesmo período de 2023. Em números absolutos, o Estado diminuiu em 24,4% o roubo de cargas, saindo de 217 casos (2023) para 164 este ano. Já nos furtos, a redução foi de 36,2%, saindo de 47 (2023) para 31 furtos este ano.

Nos seis primeiros meses do ano, o Estado registrou uma redução de 11,16% nos casos de furtos e roubos de veículos em relação ao mesmo período de 2023. Em sua especificidade, Pernambuco reduziu 11,4% nos roubos de veículos, caindo de 6.571 (2023) para 5.821 (2024). Quanto ao recorte de furtos, de janeiro a junho, houve uma redução de 10,8%, o que representa 444 ocorrências a menos que o registrado no mesmo período em 2023 (4.129 casos).

Reportagem de Adelmo Lucena para o Diário de Pernambuco. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/vidaurbana/2024/07/pernambuco-tem-reducao-de-9-5-em-homicidios-em-maio-e-junho.html

Agendão concursos: confira a lista de editais aberto em Pernambuco e Nacional

 

Imagem: Freepik

Agendão: Concursos em Pernambuco e Nacional

Câmara de Cedro 
Vagas: 30 vagas 
Prazo: 5 de agosto 
Taxa de inscrição: de RS 60,00 a R$ 130,00 
Cargo: Agente de contratação, Agente de controle interno, Interprete libras   
Área: Diversas   
Nível: Fundamental, médio e superior   
Remuneração: R$ 1.422,70 a R$ 2.353,34
Inscrições: https://www.consulpam.com.br/index.php?menu=concursos&acao=ver&id=568

Câmara de Sertania 
Vagas: 5 
Prazo: 1 de agosto  
Taxa de inscrição: R$ 106,00  
Cargo: Agente Administrativo, Recepcionista e Agente de Controle Interno  
Área: Diversas 
Nível: Médio e Superior 
Remuneração: de R$ 1412,00 a R$ 2500,00  
Inscrições: https://igeduc.selecao.net.br/informacoes/81/

Câmara de Tamandaré 
Vagas: 23
Prazo: 25 de julho 
Taxa de inscrição: de R$ 55,00 a R$ 90,00, a depender do cargo 
Cargo: Assistente Administrativo, Auxiliar em Manutenção, Auxiliar em Serviços Gerais, entre outros.  
Área: Diversas 
Nível: Fundamental, Médio e Superior 
Remuneração: de R$ 1.412,00 a R$ 2.000,00
Inscrições: https://www.contemaxconsultoria.com.br/site/concursos-em-andamento/prefeitura-municipal-de-tamandare-pe

Câmara de Tuparetama 
Vagas: 6 
Prazo: 1 de agosto 
Taxa de inscrição: R$ 86,00; R$ 106,00; R$ 126,00, a depender do cargo 
Cargo: Agente Administrativo, Auxiliar Legislativo, Técnico-administrativo, entre outros. 
Área: Diversas 
Nível: Fundamental, médio e superior 
Remuneração: de R$ 1.790,73 a 5.757,66 
Inscrições: https://igeduc.selecao.net.br/informacoes/83/

Prefeitura Afogados da Ingazeira 
Vagas: 83 
Prazo: 5 de agosto
Taxa de inscrição: R$ 100,00; R$ 120,00, a depender do cargo 
Cargo: Fiscal de Obras, Psicólogo, Agente Administrativo, entre outros 
Área: Diversas 
Nível: Médio, técnico e superior 
Remuneração: de R$ 1.412,00 a R$ 4.000
Inscrições: https://igeduc.selecao.net.br/informacoes/45/

Concurso da Prefeitura de Olinda 
Vagas: 449  
Prazo: 15 de setembro   
Taxa de inscrição: 15 de setembro  
Cargo: Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar de Consultório Dentário, Analista em Cultura  
Área: Diversas 
Nível: Médio, técnico e superior 
Remuneração: de R$ 1.282,30 a R$ 3.957,21
Inscrições: http://www.upenet.com.br/concursos/24_Olinda/#gsc.tab=0

Câmara de Serrita  
Vagas: 65
Prazo: 26 de julho 
Taxa de inscrição:  
Cargo: Agente de contratação, motorista, escriturário, entre outros 
Área: Diversas 
Nível: Fundamental; médio; superior 
Remuneração: de R$ 1500,00 a R$ 1.780,00 
Inscrições: https://consulpam.com.br/index.php?menu=concursos&acao=ver&id=575

Prefeitura de Lagoa Grande 
Vagas: 189  
Prazo: 22 de julho  
Taxa de inscrição: de R$ 70,00 a R$ 130,00 
Cargo: Enfermeiro, Bioquímico, Fonoaudiólogo, entre outros 
Área: Diversas  
Nível: Fundamental, médio e superior 
Remuneração: de R$ 380,00 a R$ 10.580,00 
Inscrições: https://idib.selecao.net.br/informacoes/32/

Prefeitura de São Lourenço
Vagas: 350
Prazo: 15 de agosto 
Taxa de inscrição: R$ 150,00 
Cargo: Professor de português, Professor de matemática, Professor de história
Área: Licenciatura   
Nível: Superior 
Remuneração: R$ 4.580,57 
Inscrições: https://conhecimento.fgv.br/concursos/smesaolourencodamata24

Secretaria de Mulher - Pe
Vagas: 40: 
Prazo: 04 de agosto 
Taxa de inscrição: R$ 100,00 
Cargo: Advogada, Psicóloga, Pedagoga, entre outros 
Área: Diversas   
Nível: Superior 
Remuneração: de R$ 3000,00 a R$ 3.500,00
Inscrições: http://www.upenet.com.br/concursos/24_SEMUL/#gsc.tab=0

Tse Unificado 
Vagas: 389 vagas 
Prazo: 18 de Julho 
Taxa de inscrição: 
Cargo: Analista Jurídico 
Área: Diversas 
Nível: Superior 
Remuneração: de R$ 8.529,65 a R$ 13.994,78
Inscrições: https://www.cebraspe.org.br/concursos/

IME exército 
Vagas: 137
Prazo: 10 de julho 
Taxa de inscrição: R$ 140,00 a R$ 150,00 a depende do cargo 
Cargo: Curso de formação e graduação da ativa; Curso de Formação e Graduação da Reserva; Curso de formação de oficiais da ativa do quadro de engenheiros militares;    
Área: Diversas   
Nível: Médio e Superior    
Remuneração: de R$ 1.334,00 a 8.245,00 
Inscrições: https://inscricoes.ime.eb.br/

Concurso Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) 
Vagas: 180 
Prazo: 17 de Julho 
Taxa de inscrição: R$ 195,00 
Cargo: Qualificação para o Quadro de Engenheiros da Ativa e Reserva Aeronáutica    
Área: Diversas 
Nível: Médio
Inscrições: https://vestibular.ita.br/

Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI)
Vagas: 200 vagas 
Prazo: 04 de Julho 
Taxa de inscrição: R$ 60,00 
Cargo: Especialista em Análise de Processos de Negócios; Especialista em Ciência de Dados; Especialista em Desenvolvimento de Software; Especialista em Experiência do Usuário (UX); Especialista em Gestão de Projetos; Especialista em Infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI); Especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados  
Área: Diversas 
Nível: Superior 
Remuneração: R$ 8.300,00 
Inscrições: https://www.institutoaocp.org.br/

Concurso Marinha CP- CAP
Vagas: 190 
Prazo: 15 de Julho 
Taxa de inscrição: R$ 65,00 
Cargo: Técnico em Química, Técnico em Patologia Clínica, Técnico em Estatística, entre outros   
Área: Diversas 
Nível: Técnico 
Inscrições: https://www.inscricao.marinha.mil.br/marinha/index_concursos.jsp?id_concurso=471

Concurso Aeronáutica
Vagas: 198
Prazo: 24 de julho
Taxa de inscrição: R$ 95,00
Cargo: Mecânico em Aeronaves, Cargos relacionados a comunicação, Desenho e etc
Área: Diversas 
Nível: Médio  
Inscrições: https://ingresso.eear.fab.mil.br/

Concurso Diplomata  
Vagas: 50 vagas 
Prazo: 26 de julho
Taxa de inscrição: R$ 229,00 
Cargo: Diplomata 
Remuneração: R$ 20.926,98 
Área: Diplomata   
Nível: Superior  
Inscrições: https://www.cebraspe.org.br/concursos/ Concursos previstos  

Alguns órgãos devem abrir inscrições em breve, entre eles:

-Correios 
-Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
-Instituto Brasileiro de Museus (Ibram)
-Advocacia Geral da União (AGU), 
-Assembleia Legislativa de Pernambuco, 
-Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH-PE)
-Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros
-Marinha 
-Ministério do Meio Ambiente 
-Prefeitura do Recife 
-Instituto Nacional do Seguro Nacional 
-Segurança Pernambuco 
-Tribunal de Justiça de Pernambuco 
-Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania 
-Tribunal Regional Federal (TRF)
- Secretaria de Administração de Pernambuco 
- Petrobras 
- Concurso ATI 
- Funarte 
- TCU 
- Ministério do planejamento, Orçamento e Gestão
- CGU
- Embrapa
- Fundação Biblioteca Nacional 
- Ministério da integração e do desenvolvimento regional 
- Agência Nacional de Mineração 
- Defensoria Pública da União 
- Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
- Banco do Brasil 
- CNEN 
- Concurso Unificado 
- IBAMA
- Ministério da Saúde 
- Ministério Público 
- Programa Mais Médicos 
- INSS
- IBRAM

Reportagem de  Blog dos Concursos e Empregos para a Folha de Pernambuco. Disponível em: https://www.folhape.com.br/colunistas/blogdosconcursos/agendao-concursos-confira-a-lista-de-editais-aberto-em-pernambuco-e-nacional/44811/

Hemorroida: doença pode virar câncer? Especialista responde

 

Proctologista do HJF, Renata Coutinho - Imagem: Walli Fontenele  

As hemorroidas são veias localizadas ao redor do reto ou ânus. Elas se dilatam ou inflamam. A doença surge por diversos fatores, como tendência genética, maus hábitos alimentares, desidratação ou falta de atividades físicas. Mesmo sem cura, existe tratamento específico para cada caso. Entre as dúvidas que permeiam o assunto, está o questionamento da possibilidade de a hemorroida se transformar em câncer. Segundo a proctologista do Hospital Jayme da Fonte, Renata Coutinho, a possibilidade pode ser anulada, pois não existe qualquer chance da conversão da doença hemorroidária em cancerígena.

“Câncer já nasce sendo câncer. O problema é o seguinte: quem está sangrando atribui, às vezes, esse sangramento à hemorroida e, muitas vezes, já pode ser câncer. É importante que o paciente não deixe de ir ao proctologista para saber se esse sangramento é hemorroida ou câncer”, explica.

Sinal de alerta

A doença tem predisposição genética, mas existem fatores que pioram os casos. Estão entre as causas a prisão de ventre. A diarreia entra como um fator irritante, porque causa acidez na região. A desidratação também contribui para o surgimento da hemorroida, porque resulta na eliminação de fezes mais rígidas, porque machucam o reto. É quando acontece a inflamação das varizes hemorroidárias. “O paciente deve procurar o médico toda vez que sentir incômodos, como peso no reto, inflamação e prurido, que é a mesma coisa que coceira intensa, além de um sangramento. Às vezes, a pessoa acha que é alergia, mas se trata de uma crise de hemorroida”, complementa a doutora.

Prevenção
 A proctologista Renata Coutinho elenca dicas valiosas de prevenção contra a hemorroida. E aconselha a observação dos cuidados para evitar a doença. Ela destaca que a realização de atividades físicas regulares contribui para o bom desenvolvimento do organismo.

Qualidade
Reconhecido pela qualidade de seus serviços, o Hospital Jayme da Fonte foi inaugurado em julho de 1955. Para celebrar a data, lançou este mês a campanha “Rumo aos 70”, com uma série de ações voltadas a comemorar a data, com ampliação de serviços e inovações no atendimento aos pacientes. 

Reportagem de Thalis Araújo para a Folha de Pernambuco. Disponível em:

 https://www.folhape.com.br/colunistas/vida-plena/hemorroida-doenca-pode-virar-cancer-especialista-responde/44745/

Tentativa de assassinato pode favorecer candidatura de Trump

Imagem: Rebecca Droke / AFP

 

Sangrando, com o punho erguido e a bandeira americana ao fundo, Donald Trump convocou seus apoiadores a lutar. O republicano sobreviveu neste sábado (13) a uma tentativa de assassinato, que pode impusionar seu desejo de retornar à Casa Branca.

Para o ex-presidente, sua salvação responde a uma obra de Deus. Ele pediu união, e que se evite "que o mal vença".

O foco se desviou dos problemas na Justiça para o risco que Trump correu. O episódio obrigou seu adversário, o presidente democrata, Joe Biden, a suspender temporariamente seus atos de campanha, e atraiu a solidariedade de líderes que divergem do pensamento do republicano.

Trump é aguardado nesta semana na Convenção Nacional em Milwaukee por uma multidão pronta para proclamá-lo não apenas candidato oficial do Partido Republicano, mas também um sobrevivente milagroso.

Nas redes sociais, surgiram imagens criadas por apoiadores em que uma mão divina bloqueia o tiro que atingiu a orelha direita de Trump durante o comício em Butler, Pensilvânia.

“Acredito que isso vá fortalecer a base eleitoral de Trump e unir os republicanos em torno dele", diz Wendy Schiller, professora de ciência política na Universidade de Brown. "Mas não estou convencida de que isso vá atrair o voto dos eleitores independentes.”

- Nasce um 'mártir' -

O ataque a tiros fez com que aquele que os críticos acusam de ser uma ameaça à democracia e ao Estado de Direito se tornasse uma vítima da violência política. 

O senador democrata da Pensilvânia, John Fetterman, alertou hoje que o ataque não deve se tornar “uma oportunidade para a política ou estratégia”.

A retórica de Trump, que, afundado em escândalos na Justiça, afirma que querem tirá-lo do caminho eleitoral, pode ser fortalecida. Segundo disse à rede de TV CNN o ex-estrategista democrata da Casa Branca David Axelrod, Trump deve ser “recebido como uma espécie de mártir” em Milwaukee.

O primeiro ex-presidente americano condenado criminalmente teve sucesso na arrecadação de fundos para enfrentar seus custos legais.

- Antecedente de Reagan - 

Para seus adversários, pode se tornar mais difícil criticar Trump, que escapou da morte durante um ato democrático.

A tentativa de assassinato do presidente republicano Ronald Reagan, gravemente ferido por disparos em 30 de março de 1981, em Washington, permitiu-lhe um grande salto de popularidade.

Apesar dos ferimentos, Reagan insistiu em entrar caminhando na emergência do hospital George Washington, e os americanos ficaram profundamente comovidos nos dias seguintes, ao verem o presidente brincar com médicos e enfermeiras.

Mas o benefício, em longo prazo, pode estar mais relacionado ao aumento da participação eleitoral e à garantia de votos, do que à atração dos indecisos.

“No fim, os eleitores vão se acalmar e se voltar para o seu candidato preferido. As pessoas que se aproximam de Trump por simpatia provavelmente voltarão atrás", publicou no X o pesquisador veterano Frank Luntz.

"Mas o que aconteceu, definitivamente, vai afetar a votação final, garantindo que todos os eleitores de Trump realmente vão votar", acrescentou Luntz.

O pesquisador acredita que o aumento da participação pode valer a Trump até dois pontos na apuração total em todo o país, com um impulso mais acentuado na Pensilvânia, um estado crucial, que Biden precisa defender se quiser ter chances de vencer em novembro: "O caminho de Joe Biden se tornou ainda mais longo e sinuoso.”

Reportagem de AFP para o Diário de Pernambuco. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/mundo/2024/07/tentativa-de-assassinato-pode-favorecer-candidatura-de-trump.html

Com a Reforma Tributária, o que vai ficar mais caro e o que vai ficar mais barato?

Imagem: Freepik

Como a Reforma Tributária vai aumentar os preços dos produtos? Na votação do projeto na Câmara que regulamenta a reforma, parlamentares aprovaram uma série de exceções no texto que ampliam a lista de itens na cesta básica, isentos de impostos, e concederam descontos a outros alimentos, como salmão e atum.

Além disso, a tributação dos remédios ficará menor, com mais produtos na alíquota reduzida em 60%, como antigripais. Com esse desconto, esses produtos pagarão 10,6% de imposto.

Na cesta de compras, o consumidor deve ter alívio em uma gama de produtos. Do filé mignon passando pela costeleta de porco e a tilápia, as carnes ficarão isentas de impostos. Mas o almoço de domingo, com bacalhau e lagostim, ainda vai sair pela alíquota-padrão (26,5%).

De última hora, os parlamentares incluíram também queijos como muçarela, minas, prato, coalho, ricota, requeijão, provolone, parmesão e queijo do reino ficarão isentos.

Já a cerveja e o vinho tendem a ficar mais caros, pois foram incluídos no Imposto Seletivo, o chamado imposto do pecado, que terão alíquota maior que a padrão. Eletrodomésticos tendem a ficar mais em conta
Mas os alimentos não são os únicos itens afetados. A proposta que busca simplificar o nó tributário no país deve ter impacto sobre produtos industriais, segundo especialistas.

De acordo com Paulo Henrique Pêgas, professor do MBA em Gestão Tributária da Fipecafi, produtos atualmente tributados com o IPI devem ficar mais em conta. Isso inclui eletrodomésticos, como fogão, geladeira, freezer e micro-ondas, além de roupas, equipamentos esportivos, entre outros.

— Esses produtos têm imposto definido em cima do preço de venda, além disso, incide imposto sobre imposto, o que dá uma alíquota de 34%. Se ainda houver cobrança de IPI, como nos eletrodomésticos, o total chega a 48% no modelo atual. Com a reforma, vai cair para 26,5% — diz Pêgas.

Ele explica que hoje a tributação é feita "por dentro", o que significa que o valor do imposto já está incluído no preço total do produto ou do serviço. E não é um valor adicional. Assim, a base para incidir o imposto é o valor de venda da mercadoria. Com a reforma, o imposto será calculado a partir do preço de custo, com alíquota básica de 26,5%.

Serviços e contas de consumo devem subir
Em relação ao preço dos serviços, a expectativa é que fiquem mais caros. Pêgas cita saneamento, contas de água e luz, além de serviços profissionais como os de advogados e arquitetos, que tendem a encarecer.

— Para uma pessoa física contratar um advogado para ações pessoais, como um divórcio, é provável que esse tipo de serviço tenha um aumento elevado. Porque o advogado hoje tem uma tributação menor, isso deve aumentar um pouco e logicamente ele vai repassar para o preço do serviço - afirma.

Ele explica que esses profissionais pagam um total de 8,65% em tributos hoje, considerando PIS e Cofins. Com a Reforma Tributária, a alíquota será de 18,5%.

Já serviços de educação podem ficar mais baratos, pois terão alíquota reduzida.

Reportagem da Agência o Globo para a Folha de Pernambuco. Disponível em:  https://www.folhape.com.br/economia/com-a-reforma-tributaria-o-que-vai-ficar-mais-caro-e-o-que-vai-ficar/348403/

Dados de serviços e varejo mostram que Brasil está crescendo com inflação em queda, diz Haddad

Imagem: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

 O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse nesta sexta-feira, (12/7), que a economia brasileira está conseguindo aliar crescimento da atividade com inflação em queda. Em sabatina promovida pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), em São Paulo, Haddad citou que, nesta semana, houve surpresas para cima com os dados de venda do varejo, volume de serviços prestados, enquanto a inflação surpreendeu para baixo.

"Podemos ter um mandato em que há crescimento com inflação em queda, estamos mudando de rota", disse o ministro, acrescentando que o País passou por momentos de instabilidade fiscal nos últimos anos e que era preciso organizar essa questão.

Nesse sentido, Haddad reforçou que o plano de trabalho traçado pelo governo federal desde a eleição, em 2022, vem sendo seguido conforme o planejado e que é preciso ter "paciência" para colocar ordem na "confusão social".

Segundo o ministro, o Brasil tem agora uma grande oportunidade ao aliar desenvolvimento econômico e social com a questão ambiental, e que é preciso avançar nesse sentido. Para o ministro, questões ligadas à agenda verde do governo precisam estar mais avançadas do que estão neste momento, e é preciso contar com a ajuda da sociedade para pressionar determinados grupos de interesse.

Reportagem do Estadão Conteúdo para o Jornal do Comercio. Disponível em: https://jc.ne10.uol.com.br/economia/2024/07/12/dados-de-servicos-e-varejo-mostram-que-brasil-esta-crescendo-com-inflacao-em-queda-diz-haddad.html

Governo decreta luto pelo falecimento da ex-primeira dama Maria Magdalena Arraes

Imagem: Helder Tavares

 

A governadora Raquel Lyra decretou luto oficial de três dias no Estado em virtude do falecimento da ex-primeira dama de Pernambuco Maria Magdalena Fiúza Arraes de Alencar, viúva do ex-governador Miguel Arraes. Magdalena tinha 95 anos e faleceu em casa na manhã desta quinta-feira (11).

O Estado presta homenagem a Maria Magdalena, que presidiu a extinta Cruzada de Ação Social e se destacou no trabalho em projetos do governo estadual voltados para a população mais necessitada. 

“Pernambuco perdeu hoje Maria Magdalena Arraes, mulher de fibra e ex-primeira dama que dedicou sua vida ao nosso Estado. Sua força e dedicação serão eternamente lembradas. Meus sentimentos à família e a todos que sentem essa perda”, disse a governadora.

O velório de Magdalena será nesta sexta-feira (12), às 8h, na capela do cemitério de Santo Amaro. O enterro está marcado para às 11h.

Reportagem do Diário de Pernambuco. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/politica/2024/07/governo-decreta-luto-pelo-falecimento-de-maria-magdalena-arraes.html

Reforma tributária propõe isenção de impostos para os alimentos da cesta básica

Imagem: Marcelo Camargo


A Câmara dos Deputados aprovou, na última quarta-feira (10), com o placar de 336 votos favoráveis e 142 contrários, a regulamentação da reforma tributária. Por meio do Projeto de Lei Complementar (PLP) 68/2024, a proposta tem como o intuito simplificar impostos. Entre as mudanças sugeridas está a isenção dos alimentos que fazem parte da cesta básica, considerados básicos para a população. Com a aprovação, o projeto ainda seguirá para votação no Senado.

Na votação, por 477 votos contra 3, os deputados aprovaram emenda do deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS) que inseriu carnes, peixes, queijos e sal na lista de alimentos com alíquota zero de Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), da Contribuição Social sobre Bens e Serviços (CBS). 

Entre os alimentos isentos, que compõem a cesta básica definida pelo gA Câmara dos Deputados aprovou, na última quarta-feira (10), com o placar de 336 votos favoráveis e 142 contrários, a regulamentação da reforma tributária. Por meio do Projeto de Lei Complementar (PLP) 68/2024, a proposta tem como o intuito simplificar impostos. Entre as mudanças sugeridas está a isenção dos alimentos que fazem parte da cesta básica, considerados básicos para a população. Com a aprovação, o projeto ainda seguirá para votação no Senado.

Na votação, por 477 votos contra 3, os deputados aprovaram emenda do deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS) que inseriu carnes, peixes, queijos e sal na lista de alimentos com alíquota zero de Imposto sobre Bens e Serviços (IBS), da Contribuição Social sobre Bens e Serviços (CBS). 

Entre os alimentos isentos, que compõem a cesta básica definida pelo governo, estão: arroz, leite, manteiga, margarina, feijões, raízes e tubérculos, cocos, café, óleo de soja e de babaçu, farinha de mandioca, farinhas de milho, farinha de trigo, açúcar, massas, pão comum, óleo de milha, aveia, carnes em geral, peixes (exceto atum, salmão e bacalhau), queijos, sal, hortícolas, frutas e ovos.

overno, estão: arroz, leite, manteiga, margarina, feijões, raízes e tubérculos, cocos, café, óleo de soja e de babaçu, farinha de mandioca, farinhas de milho, farinha de trigo, açúcar, massas, pão comum, óleo de milha, aveia, carnes em geral, peixes (exceto atum, salmão e bacalhau), queijos, sal, hortícolas, frutas e ovos.

Para o economista Sandro Prado, a nova cesta básica é importante porque abrange os alimentos consumidos pelos brasileiros, principalmente com a inclusão da carne, produto que faz parte do dia a dia do brasileiro. “Essa cesta básica, agora, mais ampliada, mais robusta, vai ser totalmente isenta dos tributos e isso é excelente para os consumidores, porque a gente sabe que a maioria da população brasileira são pessoas com baixa renda, elas não têm uma segurança alimentar a ponto de poder colocar os alimentos necessários e nutritivos para as famílias. Então é muito importante que essa cesta básica tenha sido estendida, principalmente com a inclusão das carnes”, destaca.

Ainda de acordo com o economista, o Brasil é um grande produtor de proteína animal e por isso a mudança também poderá ser positiva nesse âmbito. “O setor produtivo só tem a ganhar com isso, com o aumento do consumo interno, que certamente acontecerá, a partir do momento em que essa nova cesta básica comece a sofrer essa redução tributária. No momento, sabemos que o setor produtivo e o agronegócio ganham muito com isso, além das pessoas que se alimentam com a base da proteína animal”, analisa. 

Já o economista André Magalhães, indica que a diferença dessa alíquota que seria arrecadada com esses produtos isentos, deveria ser repassada para os outros produtos. “Entrou pela janela vários produtos que agora vão estar isentos e isso cria um problema que o que seria arrecadado por esses produtos agora terão que ser arrecadado pelos outros. É legítimo que cada setor defenda o seu lado, mas se todo mundo fizer isso e conseguir espaço, ninguém paga imposto, então o que acaba acontecendo é sobrecarregando os outros. O que precisa ser visto e alguém vai ter que fazer essa conta antes de passar pelo Senado, em diálogo com o Ministério e Governo, é como fazer esse cálculo funcionar no final”, aponta. 

Outros alimentos terão redução de 60% da CBS (Contribuição Sobre Bens e Serviços). Esse tributo tem como intuito unificar os tributos federais PIS (Programa de Integração Social) e Cofins (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social) em um único imposto.  

O projeto ainda seguirá para votação no Senado. Se forem aprovadas, as regras devem começar a valer, gradualmente, a partir de 2027, e de forma plena, em 2033. 

Reportagem de Thatiany Lucena para o Diário de Pernambuco. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/economia/2024/07/reforma-tributaria-propoe-isencao-de-impostos-para-os-alimentos-da-ces.html

Farmácia Popular vai oferecer medicamentos para Parkinson, glaucoma, rinite e colesterol alto gratuitamente

Imagem: Agências Brasil

 

A partir desta quarta-feira (10), 95% dos medicamentos e insumos fornecidos pelo Programa Farmácia Popular passam a ser distribuídos de forma gratuita. De acordo com o Ministério da Saúde, remédios para tratar colesterol alto, doença de Parkinson, glaucoma e rinite, por exemplo, já podem ser retirados de graça em unidades credenciadas. 

A lista completa de medicamentos e insumos disponibilizados pode ser acessada aqui. Já a lista de farmácias e drogarias credenciadas ao programa pode ser acessada aqui. A expectativa da pasta é que cerca de 3 milhões de pessoas que já utilizam o programa sejam beneficiadas. “Em média, isso pode gerar uma economia para os usuários de até R$ 400 por ano”. 

A Farmácia Popular oferta, atualmente, 41 itens entre fármacos, fraldas e absorventes. Até então, somente medicamentos contra diabetes, hipertensão, asma e osteoporose, além de anticoncepcionais, eram distribuídos de forma gratuita. 

Para os outros remédios e insumos, o ministério arcava com até 90% do valor de referência e o cidadão pagava o restante, de acordo com o valor praticado pela farmácia. Com a atualização, 39 dos 41 itens de saúde distribuídos podem ser retirados de graça.

A Farmácia Popular foi criado em 2004 com o objetivo de disponibilizar medicamentos e insumos de saúde. No ano passado, passou a incluir remédios para osteoporose e anticoncepcionais e, este ano, adotou também a distribuição de absorventes para pessoas em situação de vulnerabilidade e estudantes da rede pública. 

 

Dados do governo federal indicam que o programa está presente em 85% dos municípios brasileiros, cerca de 4,7 mil cidades, e conta com mais de 31 mil estabelecimentos credenciados em todo o país, com capacidade para atender 96% da população brasileira. “A expectativa do Ministério da Saúde é universalizar o programa, cobrindo 93% do território nacional”. 


“Já foram credenciadas 536 novas farmácias em 380 novos municípios de referência do Programa Mais Médicos, com 352 cidades do Norte e Nordeste recebendo a primeira unidade cadastrada. Para alcançar a meta, o credenciamento de novas farmácias e drogarias foi aberto em 811 cidades de todas as regiões do país, com prioridade para os municípios que participam do Mais Médicos – uma estratégia que visa a diminuição dos vazios assistenciais.”

Reportagem da Agência Brasil para o Diário de Pernambuco. Disponível em:

https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/saude/2024/07/farmacia-popular-agora-oferece-95-dos-medicamentos-de-forma-gratuita.html

Servidores do INSS entram em greve por melhores salários


Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), ligados ao Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social no Estado de São Paulo  iniciaram nesta quarta-feira (10) uma greve a nível nacional. A paralisação ocorre por falta de acordo com o governo federal sobre reajuste salarial, e atinge tanto quem trabalha de forma presencial nas agências quanto aqueles que atuam em home office.

 A paralisação pode afetar a análise da concessão de benefícios como aposentadoria, pensões, Benefício de Prestação Continuada (BPC), atendimento presencial (exceto perícia médica e análise de recursos e revisões de pensões e aposentadorias. Apesar das inúmeras rodadas de negociação com o governo, não houve acordo quanto ao reajuste salarial da categoria. 

 De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social no estado de São Paulo (SINSSP) ficou aprovada a instalação do comando de greve, com a primeira reunião marcada para o dia 12, para analisar os rumos do movimento.

 O INSS tem 19 mil servidores ativos no quadro. A maioria – 15 mil – formada por técnicos – responsáveis pela maioria dos serviços da instituição, além de 4 mil analistas. Ao todo, 50% dos servidores, ainda estão no trabalho remoto, em home office.

Medidas

 Por meio de nota, o INSS informou que vai estudar medidas de contingenciamento para que a população não seja afetada. No entanto, “balanço da paralisação iniciada nesta quarta-feira aponta que não houve impacto no sistema e no atendimento do INSS”.

 O instituto diz ainda “que mais de 100 serviços do INSS podem ser realizados pela plataforma Meu INSS, que tem versão para celular (app) e desktop. Além da Central de atendimento 135, que funciona de segunda a sábado, de 7h às 22h”. Os cidadãos e cidadãs que necessitarem de algum serviço do INSS, como requerimento, cumprir exigência, solicitar auxílio-doença, por exemplo, podem utilizar esses meios.

 O INSS avalia que não há como relacionar greve de servidores iniciada nesta quarta-feira com os efeitos da checagem de benefícios que vai começar somente em agosto próximo.

 Outra convocação

 Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social marcaram para entrar em greve por tempo indeterminado, a partir da próxima terça-feira (16). Esse movimento, convocado pela Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), comunicou por ofício  à ministra de Gestão e Inovação, Esther Dweck, e ao presidente do INSS, Alessandro Stefanutto, sobre a paralisação da categoria em todo o país.

 No documento, a entidade de classe, informa que “após análise das propostas apresentadas pelo governo, entenderam que a negociação teve poucos avanços”. O texto diz ainda que [o governo] em vez de apresentar de proposta nova que fortaleça a carreira do Seguro Social, piora com o alongamento da carreira de 17 para 20 níveis e pela criação de gratificação de atividade”. A proposta é muito aquém das perdas salariais da categoria que superam os 53% no último período. A entidade enumera também que o acordo da greve de 2022 até agora não foi cumprido pelo governo.

 A Fenasps explica que no dia 31 deste mês, encerra o prazo para o INSS se adequar a Instrução Normativa 24 (IN24), que transforma os atuais programas de Gestão, em Programas de Gestão e Desempenho, o que significa uma piora na pressão para cumprimento de metas e a possibilidade de desconto de salário no caso das metas não serem atingidas, bem como a abertura de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os servidores.

 A entidade convoca a categoria a participar das assembleias estaduais para definir os rumos do movimento.

Reportagem da Agência Brasil para o Diário de Pernambuco. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/noticia/economia/2024/07/servidores-do-inss-entram-em-greve-por-melhores-salarios.html

Videos reportagem