.

.

Operação tem 285 registros de boca de urna e 169 de compra de votos

A Operação Eleições 2020, conforme dados divulgados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, registrou 285 ocorrências de boca de urna e 169 de compra de votos. O boletim divulgado às 13h mostrou, ainda, 26 registros de informações falsas e 36 de transporte de eleitores. Os registros são desde o último sábado. A operação está sendo acompanhada em tempo real por meio do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), que fica em Brasília. Segundo o Ministério da Justiça, integrantes da Secretaria de Operações Integradas, "Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério da Defesa, Tribunal Superior Eleitoral (TSE), representantes dos estados e de outros órgãos do Governo Federal terão acesso às ocorrências registradas durante o andamento das eleições nos municípios".
O boletim mostrou, ainda, o registro de quatro tentativas de homicídio contra candidatos, quatro lesões corporais e 21 ameaças. Já crimes comuns relacionados às eleições, relativo aos eleitores, houve o registro de oito homicídios, oito tentativas, 36 lesões corporais, 18 roubos, 13 furtos e 101 ameaças. Também foram apreendidas 42 armas, 30,2 mil materiais de campanha, 126 veículos e R$ 418,4 mil; e foram registrados conduções ou prisões de 52 candidatos e 525 eleitores, além de 16 apreensões de adolescentes ou crianças. Os boletins serão divulgados a cada duas hora no site da pasta da Justiça e Segurança Pública. O último último será divulgado às 21h. Fonte:diariodepernambuco.com.br

Nenhum comentário:

Videos reportagem