.

.

Grupo explode muro, e detentos fogem de presídio em Limoeiro, Agreste de Pernambuco

Vinte e sete detentos fugiram da Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, na madrugada desta quinta-feira (9). Entre eles está Jerry Adriani Gomes da Silva, mais conhecido como Nego de Lídio, um dos maiores assaltantes de carro forte e homicidas de Pernambuco. Homens que chegaram em um carro, por volta das 3h30, usaram explosivo para abrir um buraco no muro da unidade e metralharam a guarita. O secretário de Justiça do Estado, Pedro Eurico, considerou a ação como "a mais ousada nos últimos 10 anos".


Os bandidos que elaboraram a fuga espalharam dezenas de grampos na pista principal e abandonaram um carro nas proximidades do presídio. Deixaram para trás, ainda, explosivos e cápsulas de bala. Durante a explosão, um cachorro da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) foi morto. Nenhum policial penal ficou ferido.

Em entrevista à Radio Jornal, o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, afirmou que a fuga que ocorreu em Limoeiro "foi uma ação de muita ousadia, aliás, a mais ousada que nós tivemos nos últimos 10 anos" em Pernambuco. "Eles não só explodiram a muralha externa, eles ingressam na unidade e foram diretamente para o pavilhão onde tinham presos de elevada periculosidade, explodiram a parede dessa área e aí conseguiram entrar. Saíram 27 presos e, não vou negar, alguns de elevada periculosidade", afirmou. Ainda segundo Eurico, a ação foi muito bem planejada. "Tipo de ação de assaltantes de banco. Quando eles saíram, colocaram grampos, típica ação de assalto a banco."

A constatação é confirmada pelo PM Ramos, que trabalha na parte externa do presídio. O policial afirma que uma investida como a desta quinta-feira nunca havia acontecido na unidade. "Estou há nove anos aqui no presídio e nunca tinha acontecido isso, foi a primeira vez. Eram muitos. [Eles] arrombaram o muro, mas não chegaram a derrubar. Teve fuga, a gente só não sabe a quantidade de presos." Ele explica que policiais militares e agentes não foram feridos durante a ação, e que a força policial do presídio tentou revidar, mas que o "poder de fuga deles era maior".

O secretário Cícero Márcio de Souza Rodrigues esteve no local. Por meio de nota, a Seres explicou que a evasão se deu por volta das 4h, e que presos foragidos foram identificados e tropas especiais da Polícia Militar já trabalham na recaptura. A pasta acrescentou, ainda, que uma sindicância administrativa será aberta para apurar as circunstâncias em que o caso ocorreu.

A secretaria de Justiça pede que, caso os moradores das cidades vizinhas percebam uma movimentação estranha ou tenha informações sobre um dos fugitivos, ligue para o número (81) 3182-7602.

Nota de esclarecimento

"A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informa que registrou na manhã desta quinta-feira (09/07) a fuga de 27 detentos da Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro. A evasão se deu por volta das 4h, através da explosão de um dos muros da unidade prisional.

Os presos foragidos foram identificados e tropas especiais da Polícia Militar já trabalham na recaptura. A Seres acrescenta, ainda, que não houve policiais penais feridos e uma sindicância administrativa será aberta para apurar as circunstâncias em que o caso ocorreu."

Fonte: JC

Nenhum comentário:

Videos reportagem