.

.

NOTA DE REPÚDIO

A Secretaria da Mulher de Pernambuco expressa sua indignação e seu repúdio à postura do empresário, advogado e ex-secretário de Turismo do município de Ipojuca, Diego  Valença Jatobá, em episódio recente largamente divulgado  em que juntamente com um grupo de amigos aparece assediando e ofendendo uma mulher na Rússia, país-sede da Copa do Mundo 2018.


Vivemos em uma sociedade pautada por normativas patriarcais, onde a cultura machista, sexista e misógina, extremamente exacerbada, é geradora e perpetuadora da violência contra as mulheres, que resistem cotidianamente a  práticas que ameaçam a democracia, aprofundam as desigualdades sociais e afetam suas vidas.

Sabemos que a violência contra a mulher é uma reprodução da cultura machista e sexista, fruto da relação de poder historicamente construída ao longo do tempo, perpetuada por uma postura adversa à condição de gênero, a qual se enraíza em diversas instâncias  e esferas de poder tais como a política, a economia, a justiça, a mídia e o conjunto das instituições públicas e privadas.

É pernicioso, revoltante e repugnante para todas nós, assistir episódios como este, que vão à contramão do momento atual de luta por igualdade de direitos; contudo, a repercussão negativa do caso nos mostra que novos tempos se aproximam, e, nesse contexto, nós que fazemos o Governo de Pernambuco e a Secretaria Estadual da Mulher, permanecemos firmes na decisão política de honrar o compromisso com a construção de uma sociedade mais justa e democrática, com a efetivação de políticas públicas reparadoras das desigualdades entre homens e mulheres e com o desenvolvimento de ações que promovam as mudanças culturais necessárias para uma melhor qualidade de vida para toda a sociedade pernambucana.

Por fim, nos juntamos a todas as mulheres para repelir fatos dessa natureza, reafirmando  que continuaremos  atentas e reagiremos a todas as formas de violência por parte de agressores anônimos e principalmente daqueles que pensam  ter imunidade por ocupar lugar de pretenso destaque na sociedade, quer seja na iniciativa privada ou na vida pública, buscando os meios de punição a esse ofensa a todas nós.

Fonte: Secretaria da Mulher de PE


Nenhum comentário:

Videos reportagem