.

.

Frente Popular promove primeira reunião do Conselho Político


  A Frente Popular de Pernambuco realizou, na quinta-feira (26), a primeira reunião de seu conselho político. O colegiado, que reúne os presidentes dos partidos que apoiam a pré-candidatura de Paulo Câmara (PSB) ao Governo, visa integrar as lideranças que compõem a aliança na estratégia e na condução da campanha do socialista e de seus companheiros de chapa: Fernando Bezerra Coelho (PSB), que disputa o Senado, e Raul Henry (PMDB), na vice. O peemedebista assumiu a coordenação do Conselho.

      Aos dirigentes partidários, Paulo Câmara destacou a importância do Conselho neste momento da caminhada. "Cumprimos a tarefa da pré-campanha, de apresentar nosso nome e recolher subsídios em cada localidade para o nosso Programa de Governo. A convenção da Frente Popular mostrou nossa força política e nossa capacidade de agregar forças. Agora, em 6 de julho, começa nossa campanha. Vamos iniciar um amplo processo de divulgação da nossa candidatura. E contamos com o apoio de vocês", pontuou.

      Raul Henry adiantou, ao final do encontro, que a próxima reunião pode ocorrer no dia 7 de julho. “A instalação desse Conselho é muito importante porque a nossa frente é muito ampla. Agora, teremos um fórum para ouvir as reivindicações, demandas e queixas”, afirmou o deputado federal.

      Responsável pela coordenação do Programa de Governo, Antônio Alexandre apresentou o processo de coleta e catalogação das sugestões vindas de todas as regiões do Estado e de segmentos da sociedade organizada de maneira participativa, que já chegam a aproximadamente 500 contribuições. Ficou acertado que as siglas apresentarão quadros para comporem os grupos de trabalho que vão sistematizar o documento. "Agora, queremos construir agendas temáticas para aprofundar as discussões baseadas em quatro eixos: desenvolvimento sustentável, qualidade de vida, políticas sociais e gestão, com a participação de uma massa crítica. E, por fim, construir o programa de governo propriamente dito”, explicou Alexandre.

      Presidente estadual do PR, o deputado federal Inocêncio Oliveira demonstrou otimismo com a eleição de Câmara. "Estamos todos aqui unidos para vencer esta batalha, que não é só de Paulo Câmara, mas é de todos nós; para continuar o trabalho do nosso ex-governador Eduardo Campos", analisou o parlamentar.

      Luciano Moura, representante do PCdoB, afirmou que seu partido está muito confortável no apoio a Câmara. "Quero dizer que nós ganhamos a primeira fase dessa jornada, que é a pré-campanha. Paulo mostrou uma imensa capacidade política ao reunir em torno de si uma aliança que não é a apenas a maior da história de Pernambuco, mas de um espectro plural que une renovação e experiência",  lembrou o comunista.

      O deputado federal Bruno Araújo, presidente estadual do PSDB, garantiu a colaboração dos tucanos para a elaboração do Programa de Governo. "O nosso Instituto Teotônio Vilela estará à disposição para ajudar nessa construção, através de seu presidente, o prefeito Elias Gomes (Jaboatão dos Guararapes) e do vereador André Régis (Recife)",  informou.

      Já o presidente do DEM em Pernambuco e deputado federal, Mendonça Filho, assegurou o empenho da sua legenda na campanha. Mendonça projetou o crescimento de Câmara nas pesquisas de intenção de voto. "É natural que haja uma inquietude inicial com os números, uma vez que ainda há muito desconhecimento com relação ao seu nome, mas só para quem não tem vivência em política. Seu nome vai se consolidar e ocupar os espaços necessários para uma grande vitória", salientou.

      Dirigente do Solidariedade, o deputado federal Augusto Coutinho elogiou o trabalho realizado na pré-campanha e o retorno que tem recebido da coordenação. "Temos tido retorno da direção; recebemos a agenda do candidato, já fomos chamados pelo jurídico para orientações. É bom sempre aumentar essa interação com todos os partidos”, aconselhou.

      Presidente do PPS, Débora Albuquerque avaliou que o Conselho dá a união, a liga que faltava à campanha. “É muito importante mantermos este sentimento de família”, disse. Na mesma linha, Carlos Augusto, presidente do PV, colocou que o Conselho contribui para dar mais “clareza, objetividade e uniformidade” ao processo.

LIDERANÇAS - Após a reunião com os presidentes de partidos, Paulo Câmara e Raul Henry seguiram para um outro encontro. Desta vez, com lideranças políticas de todo o Estado, entre prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e deputados. A pauta também foi a unificação e mobilização para a campanha que se aproxima. "Vamos fazer a campanha como sempre fizemos, com ideias, sem medo e sem ódio. Será a campanha dos bons sentimentos. Vamos superar rapidamente o desconhecimento e chegar fortes à reta final", discursou o pré-candidato ao Governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Videos reportagem