.

.

Programa Espaço da Mulher debate sobre a Lei Maria da Penha

Criada em 2006, a Lei Federal 11.340 teve o intuito de encorajar as mulheres a denunciar a violência  no ambiente doméstico.

O projeto foi elaborado por um grupo interministerial a partir de um anteprojeto de organizações não-governamentais. O governo federal o enviou ao Congresso Nacional no dia 25 de novembro de 2004. Lá, ele se transformou em projeto de lei, foi aprovado e sancionado em 7 de agosto de 2006.

A Lei 11.340/06, conhecida como Lei Maria da Penha, ganhou este nome em homenagem à Maria da Penha Maia Fernandes, que por vinte anos lutou para ver seu agressor preso.

Maria da Penha é biofarmacêutica cearense, e foi casada com o professor universitário Marco Antonio Herredia Viveros. Em 1983 ela sofreu a primeira tentativa de assassinato, quando levou um tiro nas costas enquanto dormia.

Desta primeira tentativa, Maria da Penha saiu paraplégica. A segunda tentativa de homicídio aconteceu meses depois, quando Viveros empurrou Maria da Penha da cadeira de rodas e tentou eletrocuta-la no chuveiro.

Nesta sexta-feira ( 02) o Programa Espaço da Mulher com Eliane Rodrigues fez uma discussão sobre a  Lei.
Para o debate a apresentadora recebeu no Studio da Rádio Alternativa FM, a Delegada da Mulher de Goiana , Ana Carolina Guerra.


Na discussão foram pontuados: As delegacias especializadas no atendimento a mulher , as mudanças ocorridas após a Lei, o atendimento dos policiais as vítimas, como as mulheres podem procurar apoio,  a  preocupação do estado no atendimento ao público feminino, como a sociedade pode atuar no enfrentamento a violência.
A delegada ressaltou  como a sociedade pode atuar no enfrentamento a violência.

Eliane Rodrigues pontuou a importância de pessoas capacitadas nas delegacias  para atender a todas as mulheres, enfatizando a humanização que deve existir  nesses atendimentos. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Videos reportagem