.

.

Cientistas revertem problemas de memória em laboratório


Um estudo realizado por pesquisadores do Centro de  Saúde e Ciência da Universidade do Texas em Houston , nos Estados Unidos representa um passo em direção a possíveis tratamentos para  a perda de memória associada a doenças neurológicas, como por exemplo, Alzheimer.

O estudo foi realizado com células cerebrais de um tipo de lesma-do-mar, que apresenta reações bioquímicas semelhantes às dos seres humanos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Videos reportagem