.

.

Justiça Censura Bispo em Missa enquanto Edir Macedo usa TV em favor de Bolsonaro

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Pernambuco proibiu o bispo dom Limacêdo Antônio da Silva, da arquidiocese de Olinda e Recife, de se manifestar sobre política durante missas que celebrar. 


Enquanto isso, o bispo Edir Macedo utiliza uma concessão pública do alcance da TV Record em claro benefício da candidatura de extrema-direita de Jair Bolsonaro (PSL) com o consentimento da Justiça Eleitoral. 

O jornalista Luis Costa Pinto criticou a decisão. "Um escândalo e uma violência. Dom Limacêdo, bispo-auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, foi notificado por 3 proto-fascistas de toga, juízes da propaganda eleitoral do TRE pernambucano, a se eximir de falar de política em suas homilias.  No último domingo Dom Limacêdo falou sobre Democracia e violência. Exaltou a Democracia e condenou a violência e o fascismo", disse Costa Pinto. 

"A síndrome da pequena autoridade, o arrivismo que acomete e encoraja os guardas da esquina nos regimes fascistas ditatoriais, espalha-se como peste negra pelos juizecos de 1a instância.  Querem impedir a primavera de 28 de outubro de florir nas urnas de domingo", acrescentou o jornalista em seu Facebook. 

Leia, abaixo, a decisão da Justiça Eleitoral contra Dom Limacêdo:


Fonte: Brasil 247


Videos reportagem