.

.

Mistério da Saúde cobra injustamente 5 mil reais de Padre por serviço de saúde não realizado

O Padre Li Macedo, da cidade de Paudalho, na Mata Norte, recebeu  um comunicado do Ministério da Saúde (MS)- esta semana, na qual solicitava a cobrança dos gastos de 5.000,00(Cinco Mil Reais) pelo internamento do seu irmão assassinado este ano, em Caruaru.

O irmão do padre e Cabo da Policia Militar de PE, Lindoval Antônio da Silva, de 46 anos de idade, foi vitima vítima de latrocínio(roubo seguido de morte), em 25 de março de 2013, em Caruaru, Agreste pernambucano.

O comunicado do MS alega que foi realizado  atendimento  para o PM falecido,  no hospital particular do Recife, Jaime da Fonte.

A informação foi desmentida por Li Macedo em entrevista ao um programa de rádio da região “Como pode meu irmão ter sido internado e liberado no Hospital Jaime da Fonte, já que ele estava morto  e foi sepultado nesse mesmo dia no cemitério de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte?” ressaltou.

O pároco também reforçou que acompanhou todos os procedimentos até o traslado, e que o PM só deu entrada no Hospital Regional do Agreste (HRA), em Caruaru.

Fonte: Giro Mata Norte 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Videos reportagem