.

.

Maracatus de Nazaré da Mata podem se tornar Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro

Foi anunciado ontem, terça-feira, 13 de agosto, na programação da VI Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, promovida pela Secult-Pe e Fundarpe, que as expressões populares do estado: maracatus de baque solto e baque virado, caboclinhos e cavalos marinhos poderão se tornar um bem cultural de todo o País.  A informação foi dada pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, na sede provisória do Governo do Estado, no Centro de Convenções de Pernambuco.


O governador Eduardo Campos entregou à presidente do Iphan, Jurema Machado, o Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) de cada uma dessas manifestações. O documento representa um dos primeiros passos para que elas recebam o registro de Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro.
Os dossiês entregues pelo governador serão apreciados pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Iphan e a previsão é que toda análise esteja pronta em 2014.

Caso seja aprovado, a cidade de Nazaré da Mata, localizada na Mata Norte, terá 23 grupos de maracatus de baque solto reconhecidos pelo (Iphan), com destaque para o Maracatu Coração Nazareno, formado só por mulheres e coordenado pela Associação das Mulheres de Nazaré da Mata (Amunam).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Videos reportagem